Pesquisar
Filtros
Fechar

Incensario Canaleta Tutankamon

Incensario Canaleta Tutankamon em Resina

SKU : HDEC0073
Data de entrega : Mínimo de 7 dias Úteis
Disponibilidade : 1 em estoque
R$ 87,99

 INCENSÁRIO 

 

Pequeno recipiente, em diversos formatos e materiais, próprio para colocar incenso.   

 

O incenso é composto por materiais aromáticos chamados bióticos originados por plantas aromáticas, que liberam fumaça aromatizada, com propriedades calmantes, purificadoras ou terapêuticas utilizadas para diversos fins quando queimados. O "incenso" refere-se à substância em si, mais do que o cheiro que ela produz. Ele é usado em cerimônias religiosas, purificação de ambientes, aromaterapias, meditação e para a criação de um ambiente propicio a práticas espirituais. O uso do incenso se originou no Antigo Egito, onde as resinas de goma e resinas oleosas de árvores aromáticas foram importadas das costas da Arábia e Somália para serem usadas em cerimônias religiosas. 

 

Caso o incensário tenha uma imagem ou símbolo este irá também emanar a energia proveniente desta imagem ou símbolo.

 

 

 

TUTANKHAMON

 

Tutankhamon foi faraó durante a XVIII Dinastia, a dinastia que veio trazer a Luz novamente ao Egito, sucedendo seu pai Akhenaton, governante responsável pela reforma amarniana. Nesta passou-se a cultuar um único deus, Aton– representação do disco solar. Quando Akhenaton morreu o culto a Aton foi abandonado, o jovem príncipe Tutankhamon, filho de uma segunda esposa do faraó, ascendeu ao governo com a idade entre nove e dez anos.

Durante seu governo Tutankhamon reabriu os templos e retomou os cultos abolidos por seu pai, em especial ao deus Amon. Seu nome enquanto vivia na corte de Akhenaton era Tutankhaton que fazia alusão ao nome do deus Aton. Com o retorno às antigas crenças o jovem faraó alterou seu nome para a forma mais conhecida: Tutankhamon que significa “ imagem viva de Amon”.

Tutankhamon casou-se com sua meia-irmã, Ankhesenamon, que era filha de Akhenaton e Nefertiti. Durante o reinado de Tutankhamon, a política externa foi restaurada e as relações com os vizinhos do Egito melhoradas. Seu governo foi diplomático e teve boas relações exteriores. Entre dezenove e vinte anos de idade Tutankhamon faleceu. Seu corpo foi sepultado após 70 dias no Vale dos Reis, não deixou herdeiros.

Fonte: Rosa Cruz Amorc.

  

 

 INCENSÁRIO 

 

Pequeno recipiente, em diversos formatos e materiais, próprio para colocar incenso.   

 

O incenso é composto por materiais aromáticos chamados bióticos originados por plantas aromáticas, que liberam fumaça aromatizada, com propriedades calmantes, purificadoras ou terapêuticas utilizadas para diversos fins quando queimados. O "incenso" refere-se à substância em si, mais do que o cheiro que ela produz. Ele é usado em cerimônias religiosas, purificação de ambientes, aromaterapias, meditação e para a criação de um ambiente propicio a práticas espirituais. O uso do incenso se originou no Antigo Egito, onde as resinas de goma e resinas oleosas de árvores aromáticas foram importadas das costas da Arábia e Somália para serem usadas em cerimônias religiosas. 

 

Caso o incensário tenha uma imagem ou símbolo este irá também emanar a energia proveniente desta imagem ou símbolo.

 

 

 

TUTANKHAMON

 

Tutankhamon foi faraó durante a XVIII Dinastia, a dinastia que veio trazer a Luz novamente ao Egito, sucedendo seu pai Akhenaton, governante responsável pela reforma amarniana. Nesta passou-se a cultuar um único deus, Aton– representação do disco solar. Quando Akhenaton morreu o culto a Aton foi abandonado, o jovem príncipe Tutankhamon, filho de uma segunda esposa do faraó, ascendeu ao governo com a idade entre nove e dez anos.

Durante seu governo Tutankhamon reabriu os templos e retomou os cultos abolidos por seu pai, em especial ao deus Amon. Seu nome enquanto vivia na corte de Akhenaton era Tutankhaton que fazia alusão ao nome do deus Aton. Com o retorno às antigas crenças o jovem faraó alterou seu nome para a forma mais conhecida: Tutankhamon que significa “ imagem viva de Amon”.

Tutankhamon casou-se com sua meia-irmã, Ankhesenamon, que era filha de Akhenaton e Nefertiti. Durante o reinado de Tutankhamon, a política externa foi restaurada e as relações com os vizinhos do Egito melhoradas. Seu governo foi diplomático e teve boas relações exteriores. Entre dezenove e vinte anos de idade Tutankhamon faleceu. Seu corpo foi sepultado após 70 dias no Vale dos Reis, não deixou herdeiros.

Fonte: Rosa Cruz Amorc.

  

 

Especificações dos produtos
Altura - cm 8,5
Comprimento - cm 26,5
Largura - cm 4
Peso - kg 0,237
Material Resina
Escreva sua própria opinião
  • Somente usuários registrados podem escrever comentários
  • Ruim
  • Excelente
Especificações dos produtos
Altura - cm 8,5
Comprimento - cm 26,5
Largura - cm 4
Peso - kg 0,237
Material Resina
topo